Saiba como o Graduva Óleo de Abacate pode ajudar na Prisão de Ventre

Saiba como o Graduva Óleo de Abacate pode ajudar na Prisão de Ventre

Tem prisão de Ventre? Sabia que com pequenas mudanças no seu estilo de vida este incómodo poderá chegar finalmente ao fim? Conheça aqui algumas dicas simples que poderão fazer toda a diferença na sua saúde digestiva.

1 – Beba muita água

Beber bastante água ajuda a hidratar as fezes. Fezes desidratadas percorrem o intestino com maior dificuldade, podendo causar feridas e problemas como hemorróidas, pólipos e sangramentos.

2 – Consuma muitas fibras

Alimentos como frutas frescas, vegetais e sementes (chia, linhaça, giraçol, etc..) são bastante ricos em fibras e devem ser consumidos regularmente. No entanto, é preciso ter em atenção que  o consumo de fibras deve sempre ser acompanhado de uma boa quantidade de água ao longo do dia, pois o excesso de fibras sem a ingestão de água pode piorar prisão de ventre.

3 – Consuma gorduras saudáveis

A ingestão de gorduras saudáveis, como é o caso do Graduva Óleo de Abacate prensado a frio, funciona como lubrificante no intestino, facilitando a passagem das fezes. Além de facilitar na prisão de ventre, o ómega 3 presente neste óleo também ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, melhorar a estrutura das células e auxilia na absorção das vitaminas A, D, E e K no intestino.

4 – Pratique atividade física regularmente

Praticar atividade física regularmente, ajuda a fortalecer a musculatura abdominal, que permite pressionar o intestino e facilitar a passagem das fezes. Além disso, movimentar o corpo também estimula a movimentação do próprio intestino, ajudando a combater a prisão de ventre. Neste sentido, é aconselhável praticar exercício físico pelos menos 3 vezes por semana.

5 – Consuma probióticos

Os alimentos probióticos como é o caso do iogurte natural, kombucha e kefir, são ricos em bactérias boas para o intestino. As bactérias da flora intestinal ajudam a processar as fibras e favorecem a formação das fezes, ajudando na prisão de ventre.
O ideal é consumir probióticos pelo menos 3 vezes por semana, podendo também ser necessário usar comprimidos probióticos que podem ser prescritos pelo médico ou pelo nutricionista.

6 – Evite Laxantes

O uso frequente de laxantes pode piorar a prisão de ventre, pois o intestino fica irritado e inflamado, prejudicando o funcionamento adequado sem o uso da medicação. Além disso, os laxantes alteram a flora intestinal, o que também piora a prisão de ventre e a digestão.